Carta às mulheres solteiras: agência amor próprio e a solidão da mulher negra